VIDA NA AMERICA

Bairros para imigrantes em New York

Já se perguntou qual é o melhor lugar para o imigrante brasileiro começar a vida em New York City? A cidade de New York fica dentro do estado que se chama New York também, como acontece com a cidade São Paulo e o estado de São Paulo. A cidade New York é dividida em cinco boroughs diferentes (distritos): Manhattan, Brooklyn, Queens, Bronx e Staten Island. Dentro de cada distrito desses tem os bairros, aí são infinitos bairros e iremos falar um pouquinho de alguns aqui, aqueles mais conhecidos pelos imigrantes.

Um bairro ideal para o imigrante brasileiro morar seria um bairro com imóveis baratos ou acessíveis, com uma boa localização, que não seja muito longe das coisas e tenha meios de locomoção. E, para nosso coração brasileiro ficar um pouco mais aquecido, que tenha proximidade com a comunidade brasileira.

Algumas pessoas não sabem, mas nos Estados Unidos existem diversas comunidades brasileiras, cidades que por um motivo ou por outro foram sendo mais escolhidas por brasileiros, e por terem brasileiros atraíam outros brasileiros, muitas vezes para não precisar falar tanto o inglês, e assim surgiram as comunidades brasileiras. Essas cidades ou comunidades possuem tantos brasileiros que vez ou outra se topa com um brasileiro na rua. Alguns comércios são de proprietários brasileiros, outros comércios são específicos de produtos brasileiros, então não precisa do inglês.

Por causa disso, os imigrantes preferem ficar perto dessas comunidades, seja pelos produtos brasileiros que são difíceis de encontrar em outros lugares, seja por conta da língua (já que falar português pela cidade é mais fácil), seja por conta de conhecidos no local… Então levamos isso em consideração ao falar dos bairros para morar como imigrante em New York.

Astoria

O bairro Astoria fica no Queens e é a única comunidade brasileira de New York. Se você gosta de comida brasileira, vai de Astoria. A maioria dos restaurantes brasileiros de New York estão em Astoria.

Esse bairro é muito grande. Tem a parte de Astoria Ditmars, Astoria Boulevard que fica mais pro norte perto do rio, onde fica o Astoria Park. E tem a parte Steinway que é onde fica as avenidas e restaurantes e não fica perto do rio. A parte que fica perto do rio é servida pelo trem N e o W, e a parte do centro (longe da água) é servida pelo R e pelo M. Essa parte do centro é mais barata que a parte perto do rio e também é onde tem mais brasileiros. Na parte mais cara tem o Astoria Park que torna o lazer de Astoria muito bom, parece que se tem um mini Central Park ali pertinho.

Muito provavelmente, um recém chegado que não fala inglês vai morar em Astoria. Porque a maioria dos brasileiros que alugam quartos ficam em Astoria. Um corretor brasileiro que vai arrumar um apartamento também tem mais contatos de brasileiros em Astoria. Entretanto, Astoria está ficando mais caro por ficar perto de Manhattan, e além disso, os prédios de lá costumam ser meio antigos. Não é como no Brooklyn, por exemplo, que as construções são mais renovadas.

Um ponto positivo de Astoria é que fica perto de Manhattan para ir de trem, tem muito comércio brasileiro também, tem diversão e variedade. Mas é um bairro caro, então só vale a pena ir se encontrar uma oportunidade boa, alguma coisa mais barata. Você não ficará preso na comunidade brasileira, não se escuta só português nas ruas já que tem muito americano morando por lá, mas se você não fala inglês, dá para se virar.

Jackson Heights

Nesse bairro tem chinês, indiano, espano… Tem muito espano! Não são somente americanos ou brasileiros morando ali. Os trens de Jackson Heights cobrem bem o bairro, tem uma boa locomoção e os aluguéis são muito mais baratos do que Astoria. Além disso, é menos burocracia pra alugar já que pode alugar de outro imigrantes. Jackson Heights fica um pouco mais longe de Manhattan do que Astoria, por exemplo, mas não é difícil de chegar usando o transporte público.

Assim como Astoria, para morar em Jackson Heights não precisa tanto do inglês. Sabendo alguma coisa de espanhol já da para se virar. Inclusive, provavelmente você escutará pessoas falando em espanhol o tempo inteiro.  Os chineses costumam falar a língua deles, então não é o inglês que vai ajudar. Isso é bom, mas ao mesmo tempo é ruim, porque morar nesse bairro não te colocará fora da sua zona de conforto para aprender o inglês. O ideal é que sempre foque no aprendizado do inglês, porque com um inglês melhor, as oportunidades de emprego são melhores também.

Já pensou em estudar inglês em New York?

Um ponto negativo de Jackson Heights é para estacionar o carro. Dificilmente se encontra uma vaga logo de cara, é necessário perder alguns minutos procurando um local para estacionar. E também é um bairro um pouco bagunçado, com poluição visual e sonora.

New York

Quer saber mais sobre New York e seus boroughs? Clique aqui. Se quiser saber o custo de vida em New York, clique aqui. Conheça também Newark, outra comunidade brasileira, mas no estado de New Jersey, coladinho com New York.

VEJA TAMBÉM:

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo