IMIGRAÇÃO

Como tirar o Visto B1/B2 de Turismo e Negócios

Passo a passo para tirar o Visto A mericano B1/B2 de Turismo e Negócios

Antes de entrar nos Estados Unidos, você irá precisar de um visto. O visto, é a sua permissão para entrar no país. E cada objetivo de viagem, é um tipo de visto. O Visto B1/B2 é para Turismo e Negócios, com ele, você pode passear, fazer compras, participar de feiras e congressos, reuniões, contratos e compra de imóveis. Para estudar, é outro tipo de Visto, o mais comum para estudar é o Visto F1/F2. Para trabalhar, são os vistos de trabalho, como o Visto H-2B. Ou seja, antes de tirar seu visto, tenha em mente qual é o seu objetivo no país.

Com o Visto B1/B2 você não pode trabalhar nos Estados Unidos, ou seja, você não tem permissão para isso. Com ele, você não pode morar nos EUA e nem estudar. Apenas passear, conhecer os pontos turísticos, como o próprio nome já diz.

O visto é colado no seu Passaporte e na maioria das vezes, ele tem validade de 10 anos. Isso não quer dizer que você pode ficar no país por 10 anos, e sim, que pode ir e vir dentro desse período. Quando você chega no aeroporto americano, o oficial da imigração que irá te entrevistar, te dirá quanto tempo você poderá ficar antes que seu período de permanência expire. Normalmente, eles dão 6 meses para ficar no país, mas pode ser que deem menos tempo. Então, passado esse tempo de permanência, será necessário voltar ao seu país de origem.

Como tirar o Visto B1/B2 passo a passo

Como o Visto B1/B2 é de Turismo e Negócios, você precisa provar para a Imigração que irá justamente passear ou tratar de negócios. Eles não querem pessoas indo com Visto B1/B2 para morar, sem que voltem para seu país de origem. Quando for tirar seu visto, precisará provar que têm motivos suficientes para voltar ao seu país. Terá que ter motivos para ir embora e deixar os Estados Unidos quando o passeio acabar.

Esses motivos podem ser família, possuir uma casa própria, ou estar cursando uma faculdade ou algum outro curso, ou estar empregado. São vínculos com o seu país, já que essas coisas não se abandonam. Além disso, também precisa provar que têm recursos financeiros para financiar sua viagem. É bom declarar imposto de renda! Já que, eles podem entender que se a pessoa não declara IR, então não tem recursos suficientes para bancar a viagem. Mas, alguém pode financiar sua viagem! Alguém que pague por você! Nesse caso, será o financeiro dessa pessoa a ser avaliado.

Caso uma parte de sua família more nos Estados Unidos, eles podem negar seu visto. Você será considerado um imigrante em potencial. Então, tenha em mente os seus vínculos e o seu objetivo de viagem. Vamos ao primeiro passo:

Primeiro passo Visto B1/B2 – Preencher o Formulário DS-160

O Formulário DS-160 é uma lista de perguntas que será a base do seu visto. O Formulário está disponível nesta página e é em inglês. Caso não domine a língua, você pode traduzir com ferramentas do site, do navegador ou olhar algumas dicas de como preenchê-lo. As respostas devem estar em inglês e você deve ser totalmente honesto ao respondê-las. O restante do processo para solicitação do visto é baseado nesse Formulário, então reserve bastante tempo para ele, e preencha com atenção. No fim, imprima a página de confirmação com o código de barras.

Segundo Passo – Pagar a Taxa de Solicitação 

Entre no site do CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) para pagar a taxa de solicitação do visto que custa US$160.00 dólares. Sim, o valor é em dólar. Então o valor em Real vai depender do valor do dólar no dia em que você pagar. Geralmente fica em torno de uns R$500,00 reais, mas é preciso fazer a conta para saber exatamente quanto você irá pagar. Multiplique 160 pelo valor do dólar para obter o valor em real.

Lembre-se: esse é o valor que você irá pagar pelo seu visto e não é reembolsável, mesmo que ele seja negado. Guarde o comprovante de pagamento, ele será necessário mais tarde.

Terceiro Passo – O Agendamento das visitas 

Para tirar o seu Visto B1/B2, terá que fazer duas visitas. Uma delas é ao CASV e a outra no Consulado ou Embaixada. Esse agendamento pode ser feito via internet ou call center. Quando acabar, imprima a página de confirmação do agendamento da visita. É nessa parte que você escolhe onde gostaria que seu visto fosse entregue (caso seja aprovado). Você pode escolher receber o visto na sua casa através dos Correios ou pode escolher pegar pessoalmente no CASV.

Quarto Passo – 1ª visita – CASV

É necessário ir ao CASV antes de ir na entrevista do Consulado. Nesse lugar, irão pegar suas digitais e tirar uma fotografia. Leve seu Passaporte válido, a página de confirmação do DS-160 (pega no primeiro passo) impressa e a página de confirmação do agendamento (pega no terceiro passo).

Quinto Passo – 2ª visita – A entrevista no Consulado

Essa etapa é tão importante quanto o preenchimento do Formulário DS-160. É nessa entrevista que você saberá se o seu visto foi negado ou aprovado. O agente que irá te entrevistar, apesar de ser americano, falará português. Ele só vai confirmar tudo o que você já disse no Formulário, e não se engane, ele já sabe todas as respostas antes de te perguntar.

Você deve levar todos os documentos que julgar necessário ou que tiver em casa sobre você. Tudo! Não existe uma lista específica, mas é bom levar tudo. Eles podem não pedir nada, mas pode ser que peçam alguma documentação como prova para o que você disse no Formulário. Então, mesmo que não use, leve sua pastinha com todos os seus documentos.

  • Passaporte válido, com todos os dados certinhos (inclusive os passaportes anteriores, com visto, se houver);
  • Página de confirmação do agendamento da entrevista;
  • Documentos que comprovem tudo o que você disse no Formulário;
  • Carteira de trabalho (se tiver trabalhando melhor);
  • Declaração de Imposto de Renda (IR). (É recomendável ter, mas caso não tenha, tente mesmo assim);
  • Holerite recentes e extratos bancários dos últimos meses (para provar sua renda);
  • Certidões de casamento/nascimento;
  • Documentos de veículos, escrituras e declarações escolares (para provar vínculos);
  • Cartas de empregadores e, para quem é dono de empresa, declarações de IR e certificação recente de CNPJ;
  • Passaportes anteriores de pessoas viajando com você, principalmente se forem seus familiares;
  • Caso seja outra pessoa a patrocinar sua viagem, ou seja, pagar por você, é recomendável levar todos esses documentos dela também.

Dicas:

  • Não chegue mais que 15 minutos antes do horário;
  • Não leve aparelhos eletrônicos, eles não deixarão entrar. Pode deixar em casa, ou deixar na entrada do Consulado para pegar na saída;
  • Nunca, jamais, falsifique documentos. Isso pode ser causa da negação do seu visto e dos outros próximos, te deixando inelegível para qualquer visto americano.

Sexto e último passo – A resposta

Quando a entrevista acabar, você vai saber se o seu visto foi negado ou aprovado. Se for negado, eles irão te entregar o seu passaporte e você pode tentar outra vez. Caso seja aprovado, então você precisa esperar seu passaporte chegar na sua casa (se foi escolhido assim) ou pegar pessoalmente no CASV.

Mesmo que seu visto seja aprovado, não é certeza de que te deixem entrar nos Estados Unidos. Isso porquê, essa não é a única entrevista desse processo. Quando você pegar seu visto, embarcar no avião e viajar aos EUA, irá ter uma última entrevista te esperando no aeroporto americano. Será parecida com essa do Consulado, eles só irão confirmar as informações. Embora seja difícil mandar a pessoa de volta ao seu país de origem, pode acontecer. É nessa entrevista do aeroporto que a imigração te dirá quanto tempo você pode ficar nos EUA.

Renovação de Visto 

Para quem já tem o seu Visto B1/B2 e pretende renovar, basta preencher novamente o Formulário DS-160 e ir ao CASV. Isso deve ser feito em até um ano depois do vencimento do visto. Caso teve seu visto aprovado quando tinha menos de 14 anos de idade, irá precisar renová-lo. Realize tudo novamente, o valor é o mesmo US$160.00.


Veja Também:

Etiquetas

Deixe uma resposta

Fechar